terça-feira, maio 29, 2007


"..... Seu ato pertencia só a ela. "Fui eu quem quis." Era a sua vontade que, nesse momento, estava realizando. Nada mais a separava de si mesma. Finalmente escolhera. Escolhera a si mesma."
Beauvoir, Simone. A Convidada; tradução de Vítor Ramos. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1985.

domingo, maio 20, 2007




Legião Urbana - Meninos E Meninas


Renato Russo, Dado Villa-lobos/renato Russo, Marcelo Bonfá



Quero me encontrar, mas não sei onde estou
Vem comigo procurar algum lugar mais calmo
Longe dessa confusão e dessa gente que não se
respeita
Tenho quase certeza que eu não sou daqui
Acho que gosto de São Paulo
Gosto de São João
Gosto de São Francisco e São Sebastião
E eu gosto de meninos e meninas
Vai ver que é assim mesmo e vai ser assim pra sempre
Vai ficando complicado e ao mesmo tempo diferente
Estou cansado de bater e ninguém abrir
Você me deixou sentindo tanto frio
Não sei mais o que dizer
Te fiz comida, velei teu sono
Fui teu amigo, te levei comigo
E me diz: pra mim o que é que ficou?
Me deixa ver como viver é bom
Não é a vida como está, e sim as coisas como são
Você não quis tentar me ajudar
Então, a culpa é de quem? A culpa é de quem?
Eu canto em português errado
Acho que o imperfeito não participa do passado
Troco as pessoas
Troco os pronomes
Preciso de oxigênio, preciso ter amigos
Preciso ter dinheiro, preciso de carinho
Acho que te amava, agora acho que te odeio
São tudo pequenas coisas e tudo deve passar
Acho que gosto de São Paulo
E gosto de São João
Gosto de São Francisco e São Sebastião
E eu gosto de meninos e meninas

domingo, maio 06, 2007

terça-feira, maio 01, 2007


NA PRIMEIRA NOITE,

ELES SE APROXIMAM

E COLHEM UMA FLOR DE NOSSO JARDIM

E NÃO DIZEMOS NADA.

NA SEGUNDA NOITE,

JÁ NÃO SE ESCONDEM:

PISAM AS FLORES, MATAM NOSSO CÃO,

E NÃO DIZEMOS NADA,

ATÉ O DIA EM QUE,

O MAIS FRÁGIL DELES ENTRA SOZINHO EM NOSSA CASA,

ROUBA-NOS A LUA, E,

CONHECENDO O NOSSO MEDO,

ARRANCA-NOS A VOZ DA GARGANTA.

E, PORQUE NÃO DISSEMOS NADA,

JÁ NÃO PODEMOS DIZER MAIS NADA.


WLADIMIR MAIAKOWSKI



"Há gente que, em vez de destruir, constrói; em lugar de invejar, presenteia; em vez de envenenar, embeleza; em lugar de dilacerar, reúne e agrega." Lya Luft